quinta-feira, 26 de julho de 2012

Urso polar muito mais velho!





ADN sugere que ursos polares são muito mais velhos do que pensávamos.
Os ursos polares vivem no planeta Terra há quatro ou cinco milhões de anos, e não há 150 mil, como se pensava até há pouco tempo. Esta é a conclusão tirada da investigação liderada pelo biólogo Webb Miller, da universidade de Penn State, Pensilvânia (Estados Unidos), depois de utilizar um novo método de análise genómica, que compara sequências de ADN de ursos polares dos nossos dias com ursos castanhos e pretos.
A equipa que analisou também fragmentos de um dente de um urso polar com 120 mil anos, tinha como objectivo inicial perceber como pode esta espécie lidar com as alterações climáticas, mas os resultados foram surpreendentes.
Em primeiro lugar, os cientistas perceberam que estes ursos passaram por “muitas mudanças climáticas extremas” no passado, aumentando e reduzindo a população, respectivamente, quando o clima era mais frio ou quente.
Mais tarde, eles concluíram que, pelos marcadores genéticos das características do urso polar – pêlo branco e capacidade para armazenar gordura – esta espécie estará entre nós há quatro ou cinco milhões de anos.
Esta teoria arrasa completamente outra, que colocava a origem dos ursos polares numa data entre 60 e 600 mil anos atrás. Aliás, o próprio Webb Miller escreveu um artigo, há três anos, que explicava que o número certo seria 150 mil anos.
“Bem, estávamos mesmo errados. Muito errados. Os ursos polares estão aqui há milhões de anos”, explicou o biólogo num artigo publicado ontem no Proceedings of the National Academy of Science.
O estudo sugere que o número de ursos polares se alterou bastante ao longo dos tempos, coincidindo com as principais alterações climáticas que aumentaram ou reduziram a quantidade de gelo de mar Árctico.
A principal conclusão do estudo, por outro lado, afirma que os ursos polares já sobreviveram a épocas mais quentes, mas isso não quer dizer que consigam novamente fazê-lo. Ou seja, não há certezas sobre o futuro da espécie.

Fonte da notícia;
http://greensavers.sapo.pt/2012/07/24/adn-sugere-que-ursos-polares-sao-muito-mais-velhos-do-que-pensavamos/
 

1 comentário:

ygor sthefan disse...

É a natureza nos surpreendendo cada vez mais e mostrando que somos apenas uma parte minúscula desse incrível ecosistema chamado TERRA.